Austrália: infos, roteiro & dicas

Wominjeka! Bem vindo à Australia, o país queridinho de nós, brasileiros! A julgar pelo clima, pelo estilo de vida... sim, a Austrália tem muitas semelhanças com o Brasil... mas por outro lado em questões de qualidade de vida e segurança, não tem como comparar, né? :P

Existe ainda outras diferenças que separam os dois países e que nos fazem cada vez mais querer explorar e viver na Austrália - eu já estou querendo! Rs! É difícil sair de lá sem pesar essas qualidades... Vem conhecer! 

Sobre a Austrália

A Austrália é um país localizado na Oceania, entre os oceanos Pacífico e Índico. Sua extensão territorial é de 7.713.364 quilômetros quadrados, considerado o sexto maior país do planeta, com área inferior apenas à da Rússia, Canadá, China, Estados Unidos e Brasil. Apesar de sua extensão, a maior parte interna não é habitável - e também não possui atrações!

É uma Monarquia Constitucional Parlamentarista tendo como primeiro-ministro Malcolm Turnbull desde 15 de setembro de 2015. É dividido em 6 estados e 3 territórios. O país é cortado pelo Trópico de Capricórnio: uma porção do território situa-se na zona climática intertropical (porção norte), a outra parte (porção sul), está situada na zona climática temperada do sul.

A população australiana totaliza 21.292.893 habitantes, sendo que a maioria reside em áreas urbanas (89%); a densidade demográfica é baixa – 2,7 habitantes por quilômetro quadrado, portanto, o país é pouco povoado. O idioma oficial é o inglês, vindo dos ingleses, que colonizaram o país no século XVIII, ou seja, é um país muito novo!

Sydney costuma ser confundida com a capital da Austrália, que na verdade é Camberra. A metrópole com cerca de 4,8 milhões de habitantes é a maior do país e concentra cerca de 20% da população nacional, e mesmo não sendo a capital, em alguns aspectos é quase como se fosse. 

Apresenta grande diversidade de paisagens, caracterizadas por florestas tropicais, desertos, montes nevados e praias. Ao longo da costa do nordeste fica a formação de corais mais importante do planeta, a Grande Barreira de Corais.

A economia é uma das mais desenvolvidas do mundo. De acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), a Austrália possui a 17° maior economia global. O país destaca-se pela exportação de carvão e por ser grande produtor de minério de ferro ouro, bauxita, chumbo, níquel e manganês.

Os setores financeiro, industrial e comercial também são destaques na economia do país, uma vez que a indústria se apresenta bem diversificada: atuando nos seguimentos de alimentos, máquinas, equipamentos, química, metalúrgica, siderúrgica, petroquímica, entre outros.

Em 2009, o Produto Interno Bruto (PIB) da Austrália atingiu 1 trilhão de dólares e o PIB per capita foi de 45.590 dólares. Em contrapartida, os aborígenes, os índios da Austrália, vivem em condições precárias e reivindicam melhores condições. Ultimamente o governo tem aberto mais os olhos para esse povo, que por muito tempo ficou esquecido e tratado com indiferença. Nas grandes cidades é bem difícil vê-los circulando...

Na Austrália, tanto a internet como certos meios de transporte são caros. Não só porque a população ganha bem, mas sim porque a construção e as novas tecnologias envolvem um investimento grande. Levar a internet para um país muito desabitado gera um custo grande per capita, assim como construir uma linha de trem para um aeroporto que só turista vai usar. Quando começamos a pensar dessa forma, as coisas vão fazendo sentido...

IMG_3656.JPG
IMG_3272.JPG

O roteiro

Normalmente quando visito um país, tento passar por diversas cidades, explorando cada particularidade delas para depois, criar a imagem do país na minha cabeça. No caso da Austrália, eu tinha sim o objetivo de conhecer diversas cidades como Melbourne, Cairns, Perth... mas tive que fazer uma escolha, pois viajar na Austrália sai bem caro. Sendo assim, preferi passar 3 meses viajando pela Ásia do que 1 mês ou menos viajando pela costa nordeste da Austrália!

Dito isso, o que eu consegui fazer de roteiro foi: um grande tempo em Sydney - cerca de 2 meses explorando cada cantinho e vivendo como uma local, trabalhando, estudando, malhando... e no final dei um pulo em Melbourne de 3 dias com o objetivo de conhecer a Great Ocean Road, uma das estradas mais bonitas do mundo!

Como eu sei que quase ninguém vai querer passar tanto tempo em Sydney, e pelas minhas pesquisas anteriores sobre a Austrália, sugiro o seguinte roteiro:

- Mínimo de 1 semana (ou 7 noites) em Sydney: para conhecer os principais pontos turísticos, tirar foto com koala, e é claro, se recuperar do jet lag

- 5 noites em Melbourne: dessa forma dá para conhecer a cidade e ainda fazer o passeio pela Great Ocean Road com calma e curtindo bastante.

- 4 noites em Perth: se você vai para o outro lado da Austrália, nada mais justo do que ter 5 diazinhos para curtir a cidade, né?

- 1 semana a 10 dias viajando de Cairns a Brisbane: ou vice-versa, passando pela Grande Barreira de Corais, Gold Coast e outros spots famosos e incríveis da Austrália.

E mais alguns dias se você quiser se aventurar no Outback, o deserto australiano. Sendo assim, tire de 20 a 30 dias para conhecer a Australia caso você queira ter uma ideia geral do país a partir de diversas cidades. Esse era o meu plano principal, mas às vezes também é bom mudar os planos, né?

Fora isso, agora tenho um motivo para retornar à Australia e pretendo fazer isso em breve! Por enquanto, você pode acompanhar os posts sobre Sydney e Melbourne aqui no blog!  ;)

IMG_3658.JPG
IMG_3335.JPG
IMG_3659.JPG
IMG_3654.JPG

Dicas

A segurança na Austrália é algo de surpreender a qualquer um! Brasileiros então, podem se chocar... Você não vai se sentir amedrontada em quase nenhuma situação, apesar de acontecerem casos isolados de estupro e assalto. Procure não andar sozinha de madrugada em locais desconhecidos e pronto! Você estará segura!

* Compras: a Austrália é um país muito caro no que se refere à compras no geral. Compare preços nos supermercados... Procure lojas mais baratas para não se assustar com preços. Para roupas de dia a dia indico a Glassons, a Cotton On e a Factorie, minhas preferidas! Zara, por exemplo, não compensa!

• Ao chegar a cada cidade, pegue aquelas revistas com dicas do lugar, elas possuem vouchers preciosos de descontos.

• Na entrada ao país, nem sempre o passaporte é carimbado. Caso você queira ter um carimbo de sua chegada/saída, peça ao oficial da imigração. 

• A Vacina de Febre Amarela é necessária para entrar na Austrália e a carteira de vacinação internacional pode ser exigida pelo oficial de imigração na chegada ao país.

A moeda utilizada na Austrália é o dólar australiano (AUD) e não é tão fácil de ser encontrado para compra no Brasil. Se você pretende comprá-lo em território brasileiro, faça uma reserva na casa de câmbio com certa antecedência!

A Austrália utiliza a mão inglesa (lado direito), então olhe para o lado correto ao atravessar uma rua ou pegar um ônibus. Quem quiser dirigir no país, além da CNH brasileira deve ter a carteira internacional (PID), que é traduzida para o inglês, e redobre a atenção na hora de dirigir!

• Ao entrar em estabelecimentos que vendem bebidas alcoólicas, é muito normal pedirem um documento que comprove a maioridade (18 anos). Esse é um procedimento padrão, feito, principalmente, em bares e casas noturnas. Há locais que não aceitam documentos brasileiros, então para prevenir saia com o passaporte.

É comum sofrer com o jet lag, ter sono em horários "fora do comum” ou acordar muito cedo nos primeiros dias pós-viagem. Então, na hora de programar o roteiro de sua viagem, reserve também um tempo para descansar nos primeiros dias.

A fiscalização é bem mais severa que no Brasil, assim como a aplicação de penalidades. Beber e fumar em locais públicos pode ser proibido, então esteja sempre atento às placas ao redor. Atravessar uma rua fora da faixa ou em momento impróprio, fumar em local fechado ou colocar os pés no assento do trem são atitudes que podem gerar multa, por exemplo.  

Há restaurantes que fecham a cozinha em torno das 20h30/21h, então evite jantar tarde. O comércio não costuma fechar tarde também, muitas lojas fecham às 17h/18h. Às quintas-feiras, é natural que o comércio funcione até mais tarde em várias cidades australianas. 

Os supermercados não vendem bebidas alcoólicas; caso deseje comprá-las, você deverá ir a uma Liquor Store, que são estabelecimentos especializados em bebidas com álcool. Nessas lojas há uma enorme variedade de produtos; cervejas, vinhos, sidras, destilados etc. Estar com um documento de identificação é sempre bem-vindo ao entrar em um local que vende bebidas. 

 A rede elétrica na Austrália é de 220/240V e suas tomadas têm três pinos chatos, sendo dois pinos "tortos" e um vertical. Provavelmente você irá precisar de um adaptador de tomadas para recarregar seus dispotivos eletrônicos! ;)

• Na Austrália você pode beber água da bica - e há vários bebedouros espalhados onde você pode encher as garrafinhas. Os australianos costumam ser muito saudáveis no geral e fazem bastante exercício na orla da praia. 

Compre no mercado um chip australiano para poder usar a internet - e com ela GPS para não se perder. Você pode encontrar chips nos mercados como Cole's ou Woolworths, a maior rede da Australia. Passando no mercado, não esqueça de comprar Tim Tam's, os chocolates mais famosos do país. Realmente vale a pena experimentá-los! Hmmm...

• Ah, e praticamente todas as praias tem piscinas públicas gratuitas. É mais seguro que o mar e geralmente são feitas com água do mar. Além disso, tem muitas praias artificiais espalhadas pela Austrália com areia, salva-vidas e piscina com água doce. 

• Antigamente não era permitido vender bebida alcoólica como nos dias de hoje. Para ter acesso à bebida, apenas hotéis tinham direito à licença para vender bebida alcoólica. Então os bares criavam "acomodações" apenas para poder ter acesso a essa licença. Os quartos não eram nem utilizados na maioria das vezes. Dai veio o nome hotel que na verdade hoje são pubs ou bares que continuam com o nome hotel até hoje! Rs!

IMG_3271.JPG
IMG_3270.JPG
IMG_3657.JPG

Gostou das dicas? Você vai A-MAR a Austrália! Boa viagem! 

Beijocas,
Amanda.