Bolívia: o incrível Salar de Uyuni - Day 1

O Salar de Uyuni é a maior planície de sal do mundo, com 10.582 quilômetros quadrados. Fica localizado no sudoeste da Bolívia e está a uma altitude de 3.656 metros acima do nível do mar - mas em algumas partes do passeio, ultrapassa os 4 mil metros de altitude! 

O passeio de 3 dias é um dos mais procurados por turistas, pois permite visualizar diversos tipos de paisagem, e iniciar e finalizar o passeio em diferentes pontos. No meu caso, comecei na cidade de Uyuni e terminei em São Pedro do Atacama, já no Chile. A própria agência cuida de tudo, e oferece bastante coisa no pacote, como hospedagem, comida, transfer e em alguns casos, água e saco de dormir.

O resultado do seu passeio pode variar em função do seu guia. O guia é quem irá fazer tudo por você nessa viagem, desde dirigir o carro até fazer a comida. Nosso guia era o motorista da foto abaixo, o Apple - não consigo lembrar o nome correto dele, só gravei esse apelido! No geral, ficamos satisfeitos com tudo, mas quase perdemos o transfer para o Atacama por causa de um atraso da parte dele, portanto, fiquem espertos! 

Neste post vou destacar os pontos pelos quais passamos, mas não vou entrar em muitos detalhes, portanto me perguntem nos comentários caso tenham alguma dúvida!

Cemitério de trens

Localizado no deserto da planície andina, essa parada permite visitar trens que foram completamente abandonados após um grande ápice de produção de minérios retirados principalmente da região de Potosí que fica próxima à Uyuni. Aos poucos, os minérios ficavam escassos e os vagões foram sendo desativados, entre as décadas de 1920 e 1930, episódio agravado pela crise de 1929. 

A ideia era intensificar os negócios e fazer o país prosperar, hoje funciona como um museu a céu aberto.

O imenso Deserto de Sal

Estima-se que essa imensidão contenha 10 bilhões de toneladas de sal, das quais menos de 25 mil toneladas são extraídas por ano. Ele contém entre 50 e 70% das reservas mundiais de lítio e foi formado como resultado de transformações entre diversos lagos pré históricos.

A construção abaixo, feita com nada menos do que sal, abrigava um hotel que hoje está desativado e funciona apenas como ponto de parada para almoço de turistas. É interessante entrar e ver como tudo pode ser construído com sal - me lembrou um pouco as estruturas de gelo que existem em determinados países como bares e hotéis de gelo. 

Ao lado do hotel foi construída uma base para abrigar bandeiras de diversos países. Curiosamente, há duas bandeiras do Brasil no local. Em alguns momentos forma-se uma fila para se tirar foto ali, então o jeito é ser rápido!

Logo depois do almoço, os guias já estão acostumados a parar no meio do salar para tirar fotos em perspectiva. Sim, eles também viram fotógrafos, e levam até itens de brinquedo, comida, entre outros para servir como protagonista. No nosso caso, o que mais vingou foi o dinossauro, e apesar de demorar para a foto ficar boa, o que vale é a diversão do momento!

Aproveite, pois essa é uma das melhores paradas do passeio, quando você percebe o quão pequeno você é no meio de toda aquela imensidão de sal - e sim, você fica pequeno na foto em perspectiva também!

"Ilha" Incahuasi: cactus gigantes

Nesta "ilha" no meio do sal, é possível encontrar cactos de 10 metros de altura - é sério, são realmente grandes! - e diferenciar espécies "femininas" e "masculinas" pelo número de braços que possuem. Eu, de fato, nunca tinha visto cactos tão grandes. Mais uma parada para se sentir como uma formiguinha neste passeio...Querida, encolhi as crianças!

Sunset no Salar

Todas as empresas que pesquisei faziam a parada para o por do sol, mas não custa nada perguntar antes de fechar a sua agência, pois este é um dos maiores espetáculos que já presenciei. Não tem como explicar... todo aquele branquinho começa a ganhar tons maravilhosos e faz você se sentir dentro de um arco íris com 360 graus de cores.

O guia só para com o carro e espera até o sol se por, não é nada demais mas é algo incrível ao mesmo tempo. Foram 15 minutos de lavar a alma! ;)

E a viagem continua amanhã no próximo post, onde vou destacar os principais pontos do segundo dia no Salar de Uyuni! Deixem suas dúvidas aqui embaixo que eu terei o maior prazer em ajudar!

Beijos,

Amanda.


- Leia também -