Caderno do autoconhecimento: como criar o seu

CADERNO-DO-AUTOCONHECIMENTO-07.jpg

Oi gente! Estou MEGA feliz por compartilhar esse post com vocês hoje - quem me conhece sabe que eu já uso o meu caderno do autoconhecimento há cerca de 1 ano e meio, e ele só me traz energias boas! Agora você já pode se inspirar e criar o seu também! <3

Primeiro de tudo: o que é um caderno do autoconhecimento? Bem... vou ser sincera... eu provavelmente não fui a pessoa que inventou esse "item", mas também nunca pesquisei na internet à respeito, justamente porque queria que esse caderno tivesse o meu jeitinho. Então hoje vou contar aqui como surgiu a ideia e o que vocês podem anotar nele!

 
CADERNO-DO-AUTOCONHECIMENTO-06.jpg
 

O objetivo do caderno é fazer você escrever o máximo possível, registrando acontecimentos, aprendizados e inspirações vindos de fora, mas sempre com uma reflexão do que esses fatos significam para você, lá no seu interior. Com o passar do tempo, você provavelmente vai começar a escrever reflexões internas sem nem mesmo ter um motivo externo para isso. Isso porque você vai ter desenvolvido o hábito de escrever tudo o que é importante para - e durante - o seu processo de autoconhecimento.

Sim, porque como você deve saber, o autoconhecimento é um processo (eterno, diga-se de passagem), e não vai acontecer do dia para a noite. Nesse caderno você tem a chance de aproveitar um material físico para soltar tudo que se passa na sua cabeça em relação ao seu crescimento e suas descobertas, além de esvaziar a sua mente - nada melhor do que essa sensação! 

CADERNO-DO-AUTOCONHECIMENTO-08.jpg

Você pode escolher usar o seu caderno como um diário, escrevendo todos os dias à noite, por exemplo, ou apenas quando sentir necessidade. Eu não quis ter a obrigação de escrever todos os dias, então optei pela segunda opção. Acabo escrevendo semanalmente, ou sempre que volto de algum workshop, bate papo ou curso relacionado ao autoconhecimento.

O ganho mais importante de registrar tudo no seu caderno, é que você vai poder voltar e reler sempre que quiser, e medir todo o seu desenvolvimento. Por isso, é importante anotar sempre a data que você escreve - e, caso queira, o lugar no qual você escreve. Dessa forma, você vai compreendendo o seu caminho, o por quê de ter passado por cada etapa desse processo até chegar onde está hoje.

CADERNO-DO-AUTOCONHECIMENTO-05.jpg
CADERNO-DO-AUTOCONHECIMENTO-01.jpg

Passo a passo para a criação do caderno:

1- Compre ou faça um caderno (tem muitos DIY no YouTube ensinando encadernação e essa pode ser uma ótima maneira de você se conectar com esse item, antes mesmo de começar a escrever nele). Caso não seja de seu interesse, encontre um caderno ou compre um caderno que melhor se adeque ao seu estilo de escrita: com pautas, bullets, ou em branco.

2- Comece escrevendo o seu nome na primeira página e um telefone para contato caso você o perca - acredite, você vai querer tê-lo de volta! Rs!

3- Na segunda página, cole algumas imagens de revistas com fotos ou significados que representem você lá no seu interior. Qual o seu signo? O que você gostava de fazer quando era pequena? Qual o seu maior sonho? Faça uma colagem sem grandes preocupações e aí siga para a página seguinte.

CADERNO-DO-AUTOCONHECIMENTO-02.jpg
CADERNO-DO-AUTOCONHECIMENTO-10.jpg
CADERNO-DO-AUTOCONHECIMENTO-11.jpg

4- Você pode fazer a roda da vida para entender qual área da sua vida precisa de mais atenção e lá na frente comparar o resultado. Mas nada disso é obrigação, viu?

5- A obrigação mesmo é que você comece a escrever e agora vou dar alguns exemplos de pensamentos e informações que coloquei nas primeiras páginas do meu caderno.

• Logo após uma sessão com a astróloga, anotei tudo que ela me falou sobre o meu ano astral;

• Um dia resolvi fazer uma terapia dos chakras e então cheguei em casa e anotei tudo que havia concluído durante a sessão;

• Passei pelo processo completo de coaching, que durou 10 sessões. Escrevi o resultado de cada uma dessas sessões, além de "fazer o dever de casa", anotando sempre minhas metas e objetivos também ali; É nesse caderno que estão os meus valores, sabotadores, minha missão e propósito de vida, minha análise SWOT... e sempre que algo começa a se perder na minha mente, volto para reler. 

• A leitura divinatória através de tarô e baralho cigano na mandala astral também foi algo que trouxe muita reflexão para o meu caderno;

• Anotei também à respeito de tipos de oração e meditação como a oração do Hoponopono;

• Após fazer um workshop sobre Introdução ao Mindfulness, anotei todos os livros, tipos de meditação que aprendi e quais funcionaram melhor para mim, além de toda a teoria sobre as práticas e benefícios do Mindfulness;

• E por aí vai!

CADERNO-DO-AUTOCONHECIMENTO-03.jpg
 

Hoje, 1 ano e meio depois, as páginas estão chegando ao fim, então vou recomeçar num segundo caderno. Para que isso não aconteça, você pode optar por ter um fichário, onde vá adicionando folhas sempre que elas forem acabando. Sinta-se a vontade para escolher o melhor método para você!

 
CADERNO-DO-AUTOCONHECIMENTO-04.jpg

Como eu posso te ajudar a manter o caderno?

Aos poucos, vou postando no Instagram Stories algumas reflexões para você escrever no seu caderno, assim você mantém um ritmo de escrita e vai tendo sempre novas ideias. Ah, e se você criar sempre metas e validar os seus resultados, o seu ganho pode ser ainda maior. E isso vai te trazer uma ótima sensação de bem estar!

Além disso, também tenho um projeto chamado MESCLA, onde lancei um desafio com o objetivo de sermos uma pessoa a cada dia mais consciente. O desafio envolve 6 atividades: meditação, exercícios físicos, sorrisos, compra consciente, leitura e alimentação saudável. Por isso o nome M-E-S-C-L-A. E você pode aproveitar o caderno para anotar o seu desenvolvimento durante esse desafio! :)

Clica aqui para ler o post onde explico melhor sobre o PROJETO MESCLA.

Espero que tenha curtido a ideia e me conta se você já começou o seu!

Beijocas,
Mandzy.