Indonésia: infos, roteiro & dicas

IMG_3255.JPG

Você já ouviu a expressão Indo Dreams? Pois bem, para mim a Indonésia foi um sonho antes, durante e continua sendo um sonho após conhecê-la - estou me referindo mais precisamente à Bali e redondezas, ok? - Um sonho de adolescente que se perdura por muitos anos...

Paraíso para os surfistas e amantes de belas praias, beachclubs e frutas tropicais, Bali tem um quê de Brasil, só que com um povo e uma cultura bastante diferentes! E isso que é o que dá o toque mais enriquecedor à essa viagem, na minha opinião. Ainda sonho com o dia em que voltarei a pisar nessa ilha que tem um encanto único! Vem saber o porquê!

Sobre a Indonésia

A República da Indonésia, que teve independência dos Países Baixos, tem hoje como lema: unidade na diversidade. Com uma população de 10 milhões de habitantes em Jakarta, que é a capital do país e uma população total de - pasmem! - 230 milhões de habitantes, sendo o quarto país mais populoso do mundo!

E também o maior arquipélago do mundo, com 17.508 ilhas. Possui localização estratégica, entre Ásia e Oceania. Os australianos, por exemplo, estão sempre passando férias lá. Como está na linha do equador, o clima tropical (tem basicamente o período das secas e das chuvas, este último acontece durante o nosso verão, meses de dezembro e janeiro) não chega a atrapalhar tanto, mas não indicaria ir nessa época.

Segundo maior país em biodiversidade, só perde para o Brasil! Possui mais de 150 vulcões ativos e apesar de ser rico em recursos naturais, a maioria da população é bem pobre.  Há muita plantação de café, chá, arroz e também produtos têxteis como o a técnica do batik de estamparia (bem legal para quem trabalha com moda conhecer), tingimento, prata, e por aí vai... Outra curiosidade é que o país exporta petróleo.

O país é distribuído por distintos grupos étnicos, linguísticos e religiosos. O islamismo é a religião dominante, mas em Bali o hinduísmo toma conta (95%) então quase não se vê mesquitas, por exemplo, há muito mais templos hindus. Quando você vai para Lombok, onde ficam as ilhas Gili, o cenário já muda (mesmo sendo do lado)... Antigamente eram reinos hindus e budistas e só depois virou um país muçulmano.

O presidente Joko Widodo é conhecido por não abrir mão de suas sentenças. Já vimos alguns casos de brasileiros que foram pegos com drogas por lá e chegaram a ser até executados. Portanto, nada de tentar dar o jeitinho brasileiro. Na Indonésia é provável que você se dê mal!

IMG_3269.JPG
IMG_3251.JPG

O roteiro

Tive uma grande oportunidade de viajar para a Indonésia passando quase 1 mês explorando - mais precisamente 23 dias. Dessa forma, optei por variar bastante os lugares em que me hospedei, mesmo sendo relativamente próximos uns dos outros. Queria mudar minha experiência, principalmente em Bali, que apesar de ser uma ilha, é bem grande e há muito o que ver e fazer.

Confesso que e arrependi um pouco de não ter visitado Nusa nem Canggu. Mas assim é bom porque tenho motivos para voltar, não é mesmo?

Segue abaixo o meu roteiro considerando a chegada em Bali, um pulo de 7 dias nas ilhas Gili e depois o retorno à Bali para mais alguns dias. Confesso que foi difícil deixar esse lugar....

Dia 1: Chegada em Bali- Legian

Dia 2: Legian

Dia 3: Semyniak

Dia 4: Semyniak

Dia 5: Kuta

Dia 6: Kuta

Dia 7: Kuta

Dia 8: Gili Islands

Dia 9: Gili Islands

Dia 10: Gili Islands

Dia 11: Gili Islands

Dia 12: Gili Islands

Dia 13: Gili Islands

Dia 14: Gili Islands

Dia 15: Uluwatu

Dia 16: Uluwatu

Dia 17: Uluwatu

Dia 18: Uluwatu

Dia 19: Uluwatu

Dia 20: Uluwatu

Dia 21: Uluwatu

Dia 22: Ubud

Dia 23: Ubud

Legian, Seminyak e Kuta são bairros vizinhos, bem localizados dentro da ilha de Bali, "onde tudo acontece". Uluwatu e Ubud já são um pouco mais afastados, mais tranquilos. Como cada um tem as suas particularidades, sugiro explorar todos eles!

Gili Islands é um conjunto de 3 ilhas pertencentes à Lombok: Gili Trawangan (a principal), Gili Meno e Gili Air. Você pode chegar nelas saindo de Bali e é um passeio que eu recomendo muito! Inicialmente eu iria passar apenas 2 ou 3 noites em Gili T., mas acabei me apaixonando pela ilha e resolvi ficar mais alguns dias! ;)

IMG_3253.JPG
IMG_3260.JPG

Dicas

•  A rupia indonésia (IDR) é a moeda local. 100.000 Rp equivalem a R$25.

• Quem viaja para a Indonésia a turismo e fica por até 30 dias não precisa de visto! Isso é ótimo, mas caso você queira ficar mais tempo, dizem que é tranquilo tirar e renovar o visto.

• Até o início de 2016 era preciso pagar uma taxa para entrar no país, mas isso também não é mais necessário (ainda bem, pois eu precisei e não sabia desse detalhe até chegar no aeroporto!

• A embaixada informa que o passaporte deve ter validade superior a 6 meses e que é necessário apresentar o certificado de vacinação contra febre amarela e passagem de ida e volta. Obs: na época eu não tinha passagem de volta e mesmo assim entrei! 

• Se quiser ter internet durante a viagem você pode comprar um chip de telefone pré-pago para usar no seu celular. Comprei um que custou cerca de R$10 pelo mês inteiro.

• A Indonésia usa a mão inglesa, assim como os países da Oceania. Fique atento na hora de atravessar (ou dirigir)!

• É um destino que costuma ser quente o ano inteiro e que tem mais chuvas entre os meses de dezembro e março. Eu fui em Dezembro e peguei bastante chuva, então evitem essa época, se possível! 

Julho e Agosto são meses de alta temporada, quando muitos países do hemisfério norte estão em férias de verão. É comum ver americanos e europeus (surfistas ou não) explorando o país, principalmente Bali e Lombok.

• Em Bali é muito comum ver oferendas aos deuses nas portas das casas, cuidado para não tropeçar!

• Sempre que entrar em um templo, use o sarong, que é um traje típico local. Não utilizá-lo é considerado desrespeitoso. A maioria dos templos que visitei emprestam o sarong, mas você também pode improvisar amarrando cangas ou comprando bem baratinho nos mercados. Dessa forma você ainda leva uma lembrança para casa!

* Algumas informações foram retiradas do site Melhores Destinos.
IMG_3265.JPG
IMG_3252.JPG

Gostou das dicas? Curta, comente, compartilhe! ;)

Beijocas,
Amanda.