Itacaré: a Cachoeira do Cleandro e toda a sua magia

O passeio (R$50~60) começa na praia das Contas, onde você pega um barquinho com o guia que te leva até a entrada da cachoeira. Normalmente ele não te acompanha lá dentro, mas você pode combinar quanto tempo quer ficar e ele te espera do lado de fora. Há também a opção de alugar uma prancha de SUP e ir remando, mas eu particularmente achei um pouco longe para isso.

O passeio pelo rio em si já é maravilhoso. Caso você não goste de cachoeira, pode fazer apenas o passeio de barco pelo rio, que já vai valer a pena. Nele, você passa por diversas paisagens como casas de pescadores, restaurantes onde você pode aportar e comer um peixe, pequenas ilhas, manguezais com diversos tipos de caranguejo, árvores de açaí, de cravo, de jambo e de cacau. Tive até uma provinha de cacau dentro do barco!

O trajeto dura entre 20 minutos e meia-hora. Para entrar na área da cachoeira paga-se uma taxa de R$15 por se tratar de uma propriedade particular. Considerando que você pode passar o tempo que quiser na cachoeira, o preço é razoável, e você ainda tem a opção de levar seu próprio lanche e sua própria bebida.

Obs: faz parte que o guia tente te levar no restaurante de frutos do mar que há no caminho por conta da parceria que eles têm por lá. Mas você não precisa aceitar. Eu mesma preferi almoçar no centro, onde há mais opções. Dica: não esqueça o nome do seu guia ou do seu barco, pois na hora de ir embora você pode ficar confuso com tantos barcos atracados.

Quando você chega, logo avista uma casinha onde se cobra o valor da entrada e onde se vende água, biscoitos e vários tipos de doce como bananada, chocolate e doce de jambo. Você pode pedir umas provinhas, e caso goste, levar de lembrança. Seguindo em frente, você chega na trilhazinha que leva até as cachoeiras propriamente ditas.

Como são várias quedas d'água, você deve ir por partes. A melhor parte para se banhar é a primeira, então aproveite e já chegue dando aquele mergulho. Se o tempo estiver ensolarado, rola de pegar um solzinho nas pedras, e como Itacaré não fica na serra e sim no nível do mar, não faz frio. Achei a temperatura ideal para curtir uma manhã na cachoeira!

Para chegar à segunda queda d'água, você deve fazer mais uma trilhazinha formada por uma escadaria, mas é coisa de 3 minutos subindo, ou até menos. Essa parte é bem mais cheia de pedras e bem mais rasa, então não é muito interessante para nadar, mas o visual é lindo!

Quando o sol bate na água, o reflexo faz a cachoeira brilhar, o que torna esse lugar mágico e revigorante... um bom jeito de começar sua estadia em Itacaré! Só não esqueça de levar repelente: quando você sai da água os mosquitos começam a te atacar - como acontece em qualquer outra cachoeira. Esteja protegido!

O que acharam?

Bjs,

Amanda.


- Leia também -