Nova Zelândia: infos, roteiro & dicas

Kia Ora! Já imaginou que sonho conhecer a Nova Zelândia? Mas por que ficar só nos sonhos, não é mesmo? Posso dizer que é tudo questão de planejamento - financeiro e de roteiro - e o sonho pode sim virar realidade!

Eu fiz a viagem com meu primo que já tinha feito intercâmbio na NZ e a host mother dele na época nos levou numa road trip de van - não é o máximo? Mas na próxima ida eu quero mesmo alugar um trailer... todas as estradas e cidades do país são super preparadas para receber esse tipo de transporte. Agora vem comigo...

Sobre a Nova Zelândia

Localizada no sudoeste do pacífico, a Nova Zelândia é constituída por duas ilhas principais: North Island e South Island. Há ainda muitas ilhas menores situadas na costa como Stewart Island.

O povo Māori foi o primeiro a chegar à Nova Zelândia, viajando em canoas desde Hawaiki a cerca de 1.000 anos atrás. Um holandês, Abel Tasman, foi o primeiro europeu a avistar o país, mas foram os britânicos que tornaram a Nova Zelândia parte de seu império.

Em 1840, foi assinado o Tratado de Waitangi, um acordo entre a coroa britânica e os maoris. O tratado estabeleceu as leis britânicas na Nova Zelândia e é considerado como o documento fundador do país. O local onde o tratado foi assinado,Waitangi Treaty Grounds, foi preservado e atualmente é uma atração popular.

Com uma história mesclada por culturas māori, europeia, asiáticas e das ilhas do pacífico, a população da Nova Zelândia se tornou mista, mas com algumas características que a tornam exclusiva no mundo.

Atualmente, dos 4,4 milhões de neozelandeses (informalmente conhecidos como quivi ou kiwi), 69% são descendentes de europeus, 14,6% são nativos māoris, 9,2% são asiáticos e 6,9% são insulares pacíficos não-māoris.

Geograficamente, mais de três quartos da população vivem em North Island, com um terço da população total vivendo em Auckland. As outras cidades importantes de Wellington, Christchurch e Hamilton são onde reside a maioria dos quivis remanescentes. 

A língua mais falada é o inglês, trazida pelos colonizadores britânicos, embora também sejam consideras idiomas oficiais línguas nativas, como a língua māori.

O clima da Nova Zelândia é moderado e varia de subtropical no norte a temperado no sul. É um país que tem as quatro estações muito bem definidas, mas também pode ter as quatro estações num mesmo dia. Independentemente da estação, a maioria das principais atrações fica aberta durante todo o ano.

A Nova Zelândia está localizada sobre duas placas tectônicas: a do Pacífico e a australiana. Como essas placas estão constantemente se deslocando e colidindo entre si, a Nova Zelândia recebe muita ação geológica.

O Rugby é o esporte mais popular da Nova Zelândia, com o lendário All Blacks recentemente tendo ganhado a Copa do Mundo de Rugby. Embora o esporte tenha se iniciado na escolas públicas da Inglaterra, na Nova Zelândia, o rúgbi é definitivamente o esporte básico do país.

IMG_3668.JPG
IMG_3661.JPG
IMG_3670.JPG

O roteiro

Como o país é dividido em Ilha Norte e Ilha Sul, eu tive que explorar os dois lados. Fiquei um total de 18 dias entre as duas ilhas, passando mais tempo na Ilha Norte, onde tem mais cidades e, consequentemente, um maior número de atrações.

Dê uma espiada no meu roteiro, começando e terminando em Auckland, na Ilha Norte:

Dia 1: Brasil - Chile - Auckland

Dia 2: Auckland

Dia 3: Auckland

Dia 4: Tauranga

Dia 5: Tauranga

Dia 6: Tauranga

Dia 7: Tauranga

Dia 8: Tauranga

Dia 9: Tauranga

Dia 10: Tauranga - Roturua (região vulcânica e cheia de gêisers)

Dia 11: Rotorua - Taupo

Dia 12: Taupo - Wellington

Dia 13: Wellington - Christchurch

Dia 14: Christchurch - Queenstown

Dia 15: Queenstown

Dia 16: Queenstown - Te Anau - Queenstown

Dia 17: Queenstown - Auckland

Dia 18: Auckland - Sydney (Australia)

Como estava acompanhada de pessoas que já conheciam o roteiro, não pude deixar de concordar que foi tudo muito bem planejado. Sendo assim, super indico o roteiro acima, seja para quem visita a Nova Zelândia pela primeira vez, seja para quem está retornando. Eu super faria novamente esse roteiro!

Lembrando que fazer as duas ilhas em menos de duas semanas pode ser um pouco corrido demais. Provavelmente você terá que cortar algumas cidades e atrações. Se eu pudesse estipular o tempo perfeito para passar na Nova Zelândia, seria de 1 mês - o tempo exato de nossas férias no trabalho! E aí, vai começar a planejar?

IMG_3664.JPG
IMG_3674.JPG
IMG_3673.JPG

Dicas

• A moeda da Nova Zelândia é o dólar neo-zelandês (NZ$). Os hotéis e restaurantes na Nova Zelândia não acrescentam tarifas de serviços à conta. Entretanto, a gorjeta pelo bom serviço ou gentileza prestados fica a critério do visitante. 

• Fui em Setembro, durante a Primavera, quando as temperaturas variam de 4,5 a 18 ºC. Estava bem frio, mas nada insuportável, até porque o sol estava presente quase todos os dias da viagem. Por isso, acredito que seja uma ótima época para ir!

Explorar a Nova Zelândia de carro ou em trailers é bem comum. Mesmo se estiver acostumado a dirigir em outros lugares, você precisará, antes de começar sua jornada, estar bem atento a circunstâncias como climas extremos, estradas estreitas e com vento, entre outras complicações. Eu, por exemplo, peguei um túnel fechado e tive que esperar algumas horas no meio da estrada...

• Os neozelandeses desenvolveram uma paixão pelas áreas ao ar livre e se encantam por atividades que aproveitam ao máximo as paisagens do país. Aproveite você também para fazer picnics e outros programas ao ar livre! Em um dos dias, fizemos uma tarde de fish & chips & wine na beira do Rio Taupo e foi simplesmente incrível! :)

• Pelo sim ou pelo não, leve casacos, gorros, cachecóis, luvas e tudo que tiver direito! Ah, não se esqueça da blusa térmica! Eu usei muuuuito! 

*Algumas informações foram retiradas do site: https://www.newzealand.com/br/
IMG_3669.JPG
IMG_3667.JPG

E aí, tudo pronto para conhecer a Nova Zelândia? Se animou em juntar dinheiro para fazer essa viagem? Me conta!

Beijoca,
Amanda.