Praia do Rosa: super guia de viagem

Aqui está o guia para as suas próximas férias, seja qual for o seu estilo, seja qual for a época do ano. Pequenina, rústica e super charmosa, a Praia do Rosa está entre as baías mais lindas do mundo - e entre meus destinos preferidos no Brasil. Descubra nesse post tudo o que você precisa saber para planejar suas férias para lá.

 Estive lá há 4 anos, voltei agora, e a placa continua tortinha!

Estive lá há 4 anos, voltei agora, e a placa continua tortinha!


BANNERS_VIAGEM-41.jpg

Sobre a Praia do Rosa

Esse paraíso pertencente ao município de Imbituba, em Santa Catarina e está localizado a apenas 90km da capital Floripa. A Praia do Rosa é conhecida pelo combo perfeito: ondas perfeitas, mar cristalino e natureza exuberante.

Se você não curte praia, não tem desculpas: há diversas montanhas na região, onde é possível se aventurar em trilhas e cachoeiras, fazer passeios a cavalo ou apenas curtir o friozinho do inverno comendo fondue e bebendo um bom vinho. Percebeu que essa é uma praia bem democrática, né?

Além disso, é um destino para todos: casais, solo travelers, grupos de amigos e até mesmo para curtir férias em família. Dá vontade de voltar em cada uma dessas situações só para experimentar uma "nova" Praia do Rosa. Sorte dos catarinenses por estarem tão pertinho desse paraíso - e dos argentinos, que lotam a região todos os verões!

Chegando lá, já dá para perceber a vibe de antiga vila de pescadores e agricultores. Descoberta por surfistas na década de 70, ela é até hoje um dos picos mais procurados pelos surfistas de todo o Brasil. Lugar perfeito para relaxar, praticar esportes (mais a frente você vai ver que não é apenas o surf) e curtir os restaurantes, bares e eventos que a cidade oferece.

Para organizar o roteiro, resolvi dividí-lo em três partes: Rosa Norte, Rosa Sul e Centrinho. Assim são conhecidas as regiões da Praia do Rosa, e a partir do momento que você entende como funciona, fica mais fácil de planejar passeios, idas à restaurantes e, principlamente, reservar a pousada certa. Espero que curta!


O que fazer

Rosa Norte

Esta é, sem dúvidas, a região menos povoada da praia. Mesmo no verão, não fica tão cheia quanto a parte sul e o acesso é um pouco mais complicado. Talvez por isso os alimentos ali sejam tão caros... um côco chega a R$10, dá pra acreditar?!

Mas se você gosta mesmo é de paz e sossego, a melhor opção é de fato o Rosa Norte. Dá para achar uma sombrinha, deitar e ler um bom livro sem muita gente gritando, sabe? Mas veja bem, monótona ela não é: para os aventureiros, existe a possibilidade de fazer trilhas pelas pedras, nadar nas piscininhas naturais, além de surfar, é claro (mas não tão claro assim).

É que a foto não mente: quando estive lá, não tinha onda nem para pegar jacaré. E eu achando que ia desenferrujar meu lado surfista, mas tudo que consegui foi boiar, porque nem prancha de SUP tinha para alugar! Hunf! Só para constar, dizem que quando não tem onda na Praia do Rosa em si, é fácil encontrar onda nas praias próximas, portanto não se desesperem, surfistas!

 Aqui sou eu tentando encontrar o caminho da trilha

Aqui sou eu tentando encontrar o caminho da trilha

 Aqui está o famoso côco de R$10, tive até que tirar foto, rs!

Aqui está o famoso côco de R$10, tive até que tirar foto, rs!

Se você estiver com tempo, pode fazer a trilha para a Praia Vermelha e para a Praia do Ouvidor subindo as pedras do final da areia. Tem uma placa indicando a entrada para a trilha, apesar de estar quase tombando (o que acontece com as placas dessa cidade? Rs)!

Enfim, a trilha para a primeira praia, que é a Praia Vermelha, leva cerca de 30 minutos de subida e, no caminho, você passa pelas piscininhas naturais e por várias partes onde a vegetação e até mesmo as pedras, são muito bonitas. Dá uma olhada:

Mesmo que você não faça a trilha completa, vale a pena dar uma caminhadinha pela parte plana, que é super tranquila, apenas pelo visual que ela oferece. Além disso, olhando para trás, você consegue ver a praia do Rosa de um outro ângulo, que pega toda a sua extensão, o que te faz ter uma ideia melhor do tamanho do Rosa.

Rosa Sul

 Acesso principal à parte sul da praia

Acesso principal à parte sul da praia

O Rosa Sul já é uma região um pouco mais badalada comparada ao Rosa Norte, no sentido de que ali é possível encontrar restaurantes (mais abaixo dou a dica do Na Pureza Café), escolinhas de surf, cadeiras na areia, etc. Mesmo assim, não se compara às muvucas das outras praias do litoral do Brasil. Isso porque, no geral, a praia tem um clima de paz, é preservada, a areia é branquinha, não possui avenida beira mar e o acesso é sempre a pé. E que ela se mantenha assim por todo o sempre!

Não deixe de andar pelas pedras - a hora do pôr do sol é a melhor hora pois elas não estão tão quentes. Em dias de lua cheia, pode ser que você presencie o surgimento dela, antes mesmo do escurecer. Foi o que aconteceu no dia que estava lá - é uma vibe única! Sente só:

Centrinho

É onde tudo está localizado: lojas, bares, restaurantes, mercadinho, entre outras conveniências. Ande de ponta a ponta a pé para explorar melhor cada detalhe dali, mas preste atenção aos horários: muitos restaurantes fecham depois do almoço e reabrem apenas às 19h para o jantar, assim como as lojas.


Onde se hospedar

Essa dica é valiosa, anota aí: a Pousada Vivenda do Rosa fica bem perto do centrinho e acabou de ser inaugurada em Dezembro! A localização é perfeita, dá para ir andando para os restaurantes, lojinhas e até mesmo para a praia. Detalhe para essa piscina, que além de linda, é climatizada. Passei ótimos dias na pousada, que oferece tudo do melhor para os hóspedes, vocês vão ver os detalhes no próximo post. Um sonho! Leia minha review completa sobre a pousada. É só clicar aqui.


Como chegar

A Praia do Rosa fica a 90km ao sul de Florianópolis. O carro ainda é o meio mais fácil de chegar lá, mas você também pode agendar um transfer ou pesquisar horários de ônibus pelo site Rodoviária Online, dependendo da onde saia. No geral, a estrada de Florianópolis para o sul é bem sinalizada, mas se você tiver ajuda de um GPS, melhor.

Procure saber o endereço certinho da sua pousada para chegar na praia já tendo um ponto de referência, pois não há muita sinalização por lá. Se você for se hospedar na Vivenda do Rosa, guie-se pelo restaurante Tigre Asiático, pois ela fica na rua bem de frente à ele.

Dica: a entrada para a Praia do Rosa em dias de chuva é um pouco complicada por conta das estradas de terra, e você pode acabar entrando em ruas bem esburacadas ou subidas complicadas. Uma 4x4 cai bem neste caso - ou então procure ir pelo caminho principal, não se aventurando muito por ruas desconhecidas, ok?

 

Informações úteis

  • Para os amantes de esportes radicais essa é uma ótima opção para quem pratica Windsurf ou Kitesurf. Mais ao canto sul está localizada a Praia da Vila, considerada uma das melhores opções do país para a prática, sendo palco de diversos campeonatos brasileiros das duas categorias.

  • A praia também oferece outras atrações como cachoeiras, vertentes e piscinas naturais, passeios a cavalo, ciclismo, motocross e voos aéreos.
  • Ao sul e oeste do Rosa está localizada a Lagoa de Ibiraquera, onde a pesca do camarão é a grande atração nas noites de lua cheia.
  • Entre as praias próximas para visitar estão: Praia Vermelha, o Ouvidor e a Praia do Luz, Praia da Ferrugem e Praia da Silveira.
  • Apesar da infraestrutura hoteleira e gastronômica desenvolvida, ainda não há agência bancária ou caixa eletrônico na Praia do Rosa - só no posto da entrada.
  • Só há dois acessos para carros, o Rosa Norte e o Rosa Sul, ambos lotados no verão.
  • No inverno, chegam as baleias-francas que vão à costa alimentar seus filhotes, que podem ser vistas da praia ou em passeios de barco entre os meses de Agosto e Novembro.

Qualquer outro tipo de dúvida, estou disposta a responder aqui nos comentários! Me contem se vocês já visitaram a Praia do Rosa ou se pretendem visitar, e o que acharam do guia, ok?

Até a próxima!

Beijocas,
Mandzy.