Barra Eco Boutique, uma pousada em meio à natureza no Rio de Janeiro

Apesar da conveniência de estar localizada na Barra da Tijuca, no Rio, a pousada Barra Eco Boutique é um refúgio em meio à natureza. Conta com muita vegetação em seu entorno, além de animais nativos como micos e pássaros que fazem te sentir fora da cidade grande. Quer conhecer mais um pouco dessa hospedagem? Confira aqui minha dica!


Localização

Acessível apenas por barco, a pousada, que fica na Ilha Primeira, bem de frente para a Ilha da Gigóia, é uma região muito pacífica e segura. Isso a torna ideal para cariocas e turistas que desejam passar o fim de semana longe do caos urbano, esquecendo dos problemas. 

Muitos cariocas não conhecem a região, que apesar de não muito explorada, conta com bastante opção de programas, bares e restaurantes, principalmente nos finais de semana. Indico duas noites de hospedagem na pousada Barra Eco Boutique para que você saia de lá renovado e contagiado pela energia do lugar!


Área compartilhada

Logo na entrada pela porta da pousada, você já consegue observar a área compartilhada, com mesas onde você pode tomar o café da manhã, ou apenas sentar para ler um livro, um sofá confortável para relaxar no fim da tarde e a varanda principal, onde acontecem aulas de yoga programadas.

A decoração, com busto de Buda, mandalas e plaquinhas com frases inspiradoras, te transporta para um ambiente de paz e aconchego, te dando boas vindas e boas energias! Subindo as escadas de madeira ao centro, você tem acesso aos quartos.

MONTAGEM-SALA-BARRA-ECO-BOUTIQUE.jpg

Quartos

Os quartos são grandes, super modernos e confortáveis. A suíte onde fiquei hospedada parecia nunca ter recebido hóspedes de tão novinha que era. Consegui aproveitar para assistir um filme enquanto relaxava na cama macia e espaçosa, depois de um banho de água quentinha num dos melhores chuveiro que já experimentei. Realmente revigorante!

Além disso, todos os quartos possuem varanda com vista para a natureza. Você pode dar sorte e observar micos saltando nas árvores enquanto toma banho ou o som dos pássaros enquanto observa a vista na varanda.


Café da manhã

O café da manhã da Barra Eco Boutique é composto por sucos, frutas, frios, cereal, granola, chia, torrada, geleia, café, leite com opção de pedir ainda, tapioca, omelete e ovos mexidos. Aproveite para tomar um café reforçado e sair da pousada pronto para as atividades que as ilhas do entorno oferecem.


Atividades

As atividades na região são muitas. A principal, Ilha da Gigóia (tem post aqui), conta com diversos restaurantes, e a Ilha da Coroa conta com o 360 Sports (tem post aqui), onde você pode alugar jet-ski, wakeboard e flyboard, além de usurfruir de SUP, kayak e da piscina comprando o dayuse pass.

Não podemos deixar de mencionar que em 5 minutos de barco, você chega na Av. Armando Lombardi, onde encontra todo o tipo de comércio, boates, bares, restaurantes e praias, além do transporte público para se locomover para qualquer lugar da cidade. Depois você pode retornar para o clima pacífico que a pousada oferece, e isso que faz esse lugar ser tão especial.


Como chegar?

Localizada na Ilha Primeira, uma das ilhas pertencentes à Lagoa da Tijuca, a pousada só é acessível de barco. As balsas, ou chalanas que te levam até lá saem de uma ruela entre a Unimed e o shopping Barra Point, na Av, Armando Lombardi, entre os números 350 e 400. Você paga apenas R$5 reais para fazer a travessia.

Peça para o barqueiro te deixar no Beco do Castro, a 5 minutos dali, e caminhe até ter a opção de virar para a direita, onde está localizada a pousada no número 7. Não tem mistério!

Caso você esteja indo de carro, você tem a opção de estacionar na Ilha dos Pescadores (R$20 por noite) para um trajeto mais curto ou no Shopping Barra Point, ao lado do ponto principal de partida dos barcos.

Indo de taxi, ou frescão, salte também no Barra Point. Caso vá de metrô, salte na estação Jardim Oceânico e caminhe 5 minutinhos até a ruela para pegar o barco.  Na volta, o destino também será esse mesmo ponto na Av. Armando Lombardi.

Minha hospedagem na Pousada Barra Eco Boutique foi uma surpresa positiva, pois aproveitei todo o conforto e modernidade oferecido pela pousada, ao mesmo tempo que conheci as rústicas ilhas da Lagoa da Tijuca. Como uma boa carioca, senti que explorei um pedacinho da minha terra que não pode ser esquecido, por todo o seu charme e estilo único!


Informações Úteis

Site: www.barraecoboutique.com.br

Endereço: Rua Marina Ponta Leste 07 - Ilha Primeira - Barra da Tijuca - Rio de Janeiro, RJ 

Tel: (21) 2495-5639 ou (21) 98560-9142


Como encontrar tempo para si mesma numa viagem em grupo

Viagem entre amigos, em excursão ou em família com muitos integrantes costumam deixar saudades: são aquelas viagens intensas, nas quais a gente ri, chora, brinca, briga, abraça, tira mil fotos e, no final, sente aquela deprê na hora da despedida. E o que fica são definitivamente as memórias boas - e algumas vezes, as ruins.

Se tratando de viagens, onde você está fora de sua zona de conforto, tudo que é bom demais também pode ter seu lado negativo: as pessoas têm ritmos diferentes, gostos diferentes e budgets diferentes e a convivência com essas diferenças é, de fato, algo imprescindível.


Dica 1: Se você se esforça e não consegue acompanhar a sua galera, não fique mal com isso.

FOTO: ESMEE HOLDIJK

FOTO: ESMEE HOLDIJK

Cada um é um. Você sabe que precisa do seu tempo e portanto deve criá-lo para ficar em paz consigo mesma.  Ninguém vai te dizer que você precisa desse espaço, apenas você pode perceber isso. Às vezes precisamos tirar um tempo para falar no Skype com o namorado, tomar um banho e até mesmo usar o banheiro (rs!). Ficar grudado com a galera 24h por dia não dá, avise que voce volta já ou arranje uma forma de dar sua sumidinha.

A mesma regra vale para o acompanhar no quesito gastos. Cada um é um é isso não te impede de viajar com determinadas pessoas. Digamos que você precisa economizar na comida para sobrar para os passeios porque q sua prioridade não é comer no restaurante mais chique da cidade, e sim no fast food da esquina. não há problema nenhum nisso. Dê o seu jeito de dar uma fugidinha para comprar o seu lanche enquanto o grupo almoça no 5 estrelas. Isso acontece muito em grupos que misturam brasileiros, europeus, australianos. Eles vão sempre ter o poder de compra maior é a percepção do dinheiro de forma diferente. E não é sua culpa de ser brasileiro e ganhar em real enquanto eles ganham em dólar ou euro..


Dica 2: Aprenda a dizer não.

FOTO: BROOKE CAGLE

FOTO: BROOKE CAGLE

Sabe aquele dia que você acorda super cansada no hotel e tem uma programação intensa para o dia? É claro que você inicialmente pensou em acompanhar o grupo, mas se você l e percebe que simplesmente não está a fim de ir? Ou está de tpm e quer aproveitar aquela cama gostosa de hotel enquanto assiste a um filme? Faça o que você tiver vontade. Você está de férias, ou pelo menos deveria estar, e essa é a sua chance de dizer "sinto muito galera, hoje vocês vão sentir minha falta". 


Dica 3: Você vai reagir melhor se já conhecer a si mesma.

FOTO: CALEB GEORGE

FOTO: CALEB GEORGE

Viagens são grandes oportunidades de auto-conhecimento. Saiba o que vc gosta e o que não gosta. Já houve uma situação em que eu queria muito conhecer um museu de arte enquanto TO-DO MUN-DO queria ir no parque de aventuras andar de montanha russa. Mas eu não gosto de montanha russa, então a solução foi dizer: "pessoal, hoje eu vou ao museu. Nos encontramos mais tarde no hotel para o jantar". Beijo, tchau e fui curtir a exposição de arte sozinha. E foi incrível! 


Dica 4: se você está pressentindo que não deve ir, não vá.

FOTO: TONI HUKKANEN

FOTO: TONI HUKKANEN

Porque se você for, é provável que algo saia do controle e você pode acabar brigando com uma amiga e estragando o resto da viagem. Não force a barra. Explique que vai passar o programa daquele dia e deixa falarem o que quiserem. No fundo você sabe que está fazendo a coisa certa e é isso que importa. Sendo menos radical, a outra solução é mesmo ir, mas vá com outra cabeça...


Dica 5: faça o que conseguir.

FOTO: ANNIE SPRATT

FOTO: ANNIE SPRATT

Um outro ponto é que depois de anos como viajante, a gente aprende a recusar determinados programas porque sabemos que não dá pra ver tudo. Sim, pode ser que você perca aquele passeio super legal. Mas quem falou que você não vai retornar àquele lugar nunca mais? Quando eu fui para a Califórnia da primeira vez, achei que nunca mais voltaria. E lá estava eu 3 anos depois. 


FOTO: JULIA CAESAR

FOTO: JULIA CAESAR

Resumindo todas as dicas: aprenda a respeitar os seus limites. Tem horas que precisamos mesmo de um tempo só para nós, para nos recuperarmos, fazermos o que gostamos e depois voltarmos a acompanhar o grupo. E a gente merece ter essa liberdade, afinal, não é porque estamos viajando em grupo que devemos nos sentir presos, não é verdade?

Hoje em dia eu já viajo falando para os amigos: "gente, não liga porque eu sou meio esquisita e vou precisar me afastar em alguns momentos". E assim sigo feliz, viajando e colecionando boas memórias do meu próprio jeito.

E vocês? Já precisaram de algum tempo sozinhos em viagens? Me contém nos comentários! 

Garimpos da Mandzy em SP: Urban Artsy

Em frente à loja da Schutz, ao lado do graffiti do Kobra. Foi esse o spot que escolhi para fotografar o editorial Urban Artsy em São Paulo. A fotógrafa da vez foi a Grasi Albuquerque (deixei o contato dela no final desse post)!

A peça chave desse look foi o maxi tricô preto com flores garimpado em bazar beneficente. No Rio quase não tenho oportunidade de usar esse tipo de peça, então foi ótimo levá-la para São Paulo, apesar de não fazer muito o estilo de lá. Afinal, sou uma carioca em São Paulo e acho que as fotos traduziram muito bem isso! Confira!


- EDITORIAL -


- CRÉDITOS -

Óculos: Quay (Austrália)
Calça: Loja Três
Bota: Schutz
Bolsa: Schutz
Tricô: Sem marca
Cabelo & Make: By me


- BASTIDORES-

Essas fotos são aquelas primeiras fotos, tiradas enquanto a fotógrafa testa a luz, mas eu sempre curto muito esse estilo backstage, por isso resolvi trazer esse modelo para os editoriais. Gostam da ideia?

O que acharam das fotos? Para entender um pouco mais sobre esse projeto lindo que tem como objetivo fazer as peças circularem, clique aqui

Grasi Albuquerque (fotógrafa): 35 9178-4112

Bjs!