Projeto Mescla: 6 atitudes diárias pelo nosso bem estar

NASCER-DO-SOL-PRAIA-10.jpg

Está na hora de compartilhar com vocês um novo Projeto que já venho pensando há alguns meses - mais precisamente desde Janeiro - e agora é oficial: o #PROJETOMESCLA está no ar! <3

Um projeto inicialmente criado para mim mesma, mas que pode ser muito útil para todo mundo que, assim como eu, está buscando constantemente o autoconhecimento e bem estar. Dividindo com vocês, o projeto pode ficar muito mais rico de ideias e informações, então por que não nos juntarmos nessa causa?

NASCER-DO-SOL-PRAIA-05.jpg

Como o próprio dicionário já diz, MESCLA = incorporar, acrescentar, passar a fazer parte de um grupo, misturar-se, unir-se. Uma jornada de autoconhecimento, mesclando 6 atitudes diárias - meditação, exercícios físicos, sorrisos, compra consciente, leitura e alimentação saudável - por uma vida mais leve e equilibrada. 

E para todo o conteúdo ficar concentrado numa plataforma, resolvi criar um grupo no Facebook para todo mundo que quiser participar - #ChamaAsAmigas - e o que você vai ganhar são: dicas de práticas diárias, mini exercícios, livros de receita, ideias, sugestões de livros, conhecimento sobre diversos assuntos relacionados à espiritualidade, energia, universo, sem aquele blá blá blá. Vamos juntos, entender o que podemos fazer pela nossa própria evolução! 

 
NASCER-DO-SOL-PRAIA-08.jpg
 

As 6 atitudes MESCLA

Atitude 1: Meditação

Muita gente nunca praticou, muita gente já tentou e desistiu, muita gente ainda tenta e acha que não consegue, muita gente de fato pratica. Vamos quebrar o tabu do que é meditar, quais são os tipos de meditação existentes e por que você não precisa do cenário perfeito para evoluir.

NASCER-DO-SOL-PRAIA-13.jpg
NASCER-DO-SOL-PRAIA-14.jpg

Atitude 2: Exercícios Físicos

Muita gente se enrola nessa parte. Existem vários desafios como o #30tododia que prevê a prática diária de exercícios, corridas, musculação, e tal. No #PROJETOMESCLA, essa atitude não é algo que caminha sozinho, mas junto às outras atitudes, e também não precisa ser algo que vá te desgastar em busca de um objetivo estético. A ideia aqui é que seja algo leve, mas que esteja presente no nosso dia a dia em qualquer lugar do mundo: seja uma caminhada, uma prática de yoga, ou um alongamento. O importante é praticar exercícios físicos pela nossa saúde e bem estar!

NASCER-DO-SOL-PRAIA-17.jpg
NASCER-DO-SOL-PRAIA-09.jpg

Atitude 3: Sorrir

Shakespeare já dizia: "Eu sempre me sinto feliz, sabe por que? Porque eu não espero nada de ninguém, expectativas sempre machucam... A vida é curta, então ame a sua vida, seja feliz... e mantenha sempre um sorriso no rosto. Viva a vida para você. Antes de falar, escute. Antes de escrever, pense. Antes de gastar, ganhe. Antes de orar, perdoe. Antes de magoar, sinta. Antes de odiar, ame. Antes de desistir, tente. Antes de morrer, viva!". 

NASCER-DO-SOL-PRAIA-01.jpg

Atitude 4: Consumo consciente

Consumo consciente, compra consciente, compra com propósito, tudo isso vem sendo falado há muito tempo, mas será que realmente aplicamos o que dizemos no nosso dia a dia? A ideia aqui é que a gente pense sempre antes de comprar alguma coisa, o que também impede a compra por impulso, e fortifica nosso poder de escolha. E não falo só de peças de roupa ou produtos de beleza, mas tudo que compramos ao longo de nossos dias, semanas, e anos. Será que vale a pena gastar tanto dinheiro? Ou você está de fato investindo? Todos os dias vamos lembrar do #PROJETOMESCLA, e se perguntar se gastamos com consciente naquele dia, além de agradecer pela nossa oportunidade de escolha. 

Atitude 5: Leitura em dia

Nunca me identifiquei muito com livros de histórias fictícias (a não ser pela nossa querida série de livros do Harry Potter), mas no geral, sempre preferi livros que me acrescentariam enquanto pessoa. Aqueles livros que marcamos as melhores citações para depois reler, ou que guardamos na mesinha de cabeceira como guia para as nossas vidas. Muitos chamam de livros de auto-ajuda, mas eu prefiro sempre o termo autoconhecimento. Como costumam trazer muitas reflexões, esses livros acabam nos ajudando a evoluir enquanto indivíduos sim, e não há nada de errado nisso, certo?

Atitude 6: Alimentação Saudável

Outro assunto super falado, mas nem sempre colocado em prática no dia a dia. A alimentação saudável precisa ser acompanhada de planejamento sim, mas esse tempo dedicado à ela deveria ser sagrado! Se alimentar é a atividade mais importante da nossa vida, pois trata-se da nossa saúde, nosso bem maior. Se o nosso corpo é o nosso templo, temos que cuidar do que ingerimos e embora eu seja contra exageros - ou seja, não há nada de errado em comer uma pizza no fim de semana - acredito que devemos ter esse controle do que ingerimos no dia a dia para que a gente viva uma vida com mais saúde, nutrientes e plenitude.

Quando criança, eu me alimentava muito mal. Acredito que minhas viagens contribuíram muito para que eu ampliasse minha visão sobre a alimentação, principalmente na Austrália e na Ásia, e hoje tento dar o meu melhor nesse sentido. Podemos abordar também o mindful eating, que nada menos é do que praticar uma refeição com a atenção plena para aquele momento - que vamos combinar, é um momento sagrado. Espero que curta!


Sugestão: projeto inicial de 4 semanas

Para iniciar esse projeto que está longe de ser algo simples, é importante que a gente vá aos poucos. Tudo na vida é um processo, e o autoconhecimento é um processo contínuo e infinito. Independente do nível em que esteja, tente ir sempre melhorando. Aqui trago uma sugestão de prática em 4 semanas para que a gente comece a se adaptar com cada uma das atitudes. 

NASCER-DO-SOL-PRAIA-12.jpg

Semana 1: saindo da zona de conforto

Na primeira semana sugiro uma meditação básica, que muitas vezes é o primeiro tipo de meditação que aprendemos, usando a respiração. Podemos praticar exercícios leves uma vez ao dia como uma caminhada de manhã, sorrir e agradecer antes de dormir, ler 1 página de algum livro interessante por dia, descartar 1 compra desnecessária por dia, alimentação saudável no mínimo em 1 refeição ao dia.

Semana 2: evoluindo as práticas

Podemos começar a praticar a meditação caminhando, fazer 2 tipos de exercícios físicos, como uma caminhada e alongamentos, sorrir e agradecer 2x ao dia, por exemplo quando acordamos e antes de dormir, ler 2 páginas de um livro por dia, alimentação saudável no mínimo em 2 refeições ao dia e descartar compras desnecessárias 2x por dia - ou ao invés de diminuirmos a quantidade de compras, pensarmos mais na qualidade delas. 

 
NASCER-DO-SOL-PRAIA-07.jpg

Semana 3: compreensão do processo

Na terceira semana, já conseguimos fazer das práticas algo inerente aos nossos dias, então podemos começar a refletir quais os benefícios estamos tendo, começar a entrar na meditação mais a fundo, ou com um tempo maior - aumentar de 15 para 20 minutos, por exemplo, fazer exercícios físicos com mais intensidade - podemos incluir práticas de yoga como a saudação ao sol todos os dias pela manhã, sorrir e agradecer 3 vezes ao dia - no café, no almoço e no jantar, por exemplo - e além de aumentar o número de páginas lidas, podemos também ampliar o nosso conhecimento pelos livros. Vá até uma livraria e pesquise os títulos, folheie e chegue a conclusões ali mesmo. Procure temas desconhecidos para pesquisar na internet, e converse com pessoas que já fazem práticas para o bem estar há mais tempo.

Semana 4: criação de hábito

Acho que você já entendeu a dinâmica do projeto, não é mesmo? Na quarta semana você já é capaz de ter criado hábitos e ter definido o que funcionou e o que não funcionou para você na prática. Hora de avaliar o que não deu certo e por que não deu certo e fazer os ajustes necessários para implementar definitivamente cada uma das 6 práticas no seu dia a dia daqui pra frente. Minha sugestão: tenha um caderno do autoconhecimento, onde você vá tomando nota das suas experiências e práticas, além das reflexões que vem tendo. Concentre tudo num mesmo caderno para que você consiga voltar e perceber sua evolução sempre. Isso faz parte e te faz ser mais grata pelo que conquistou até então!


NASCER-DO-SOL-PRAIA-04.jpg

Espero que goste do projeto e aceite o desafio de entrar nessa comigo! Convida as amigas! A gente sabe que as práticas de bem estar só trazem benefícios, mas por que tanta gente ainda não pratica nada disso? Esse projeto não pretende ser nada muito evoluído ou profissional, é apenas uma forma de criarmos a consciência do autoconhecimento. Embarca comigo nessa e marca sempre #projetomescla para que eu acompanhe sua participação!

Por fim, a ideia é que o #PROJETOMESCLA seja aplicável em qualquer situação, principalmente em viagens e momentos em que não estamos na nossa zona de conforto. Criei esse projeto pensando justamente na viagem que vou fazer em menos de um mês e já quero ir me preparando para conseguir colocá-lo em prática todos os dias. 

Me conta aqui o que você achou! <3

Beijocas,
Mandzy.


Pulê: bistrô francês especializado em frango assado, com opções vegetarianas em Ipanema

LE-PULE-RESTAURANTE-IPANEMA-15.JPG

Sábado foi dia de conhecer um bistrô recém inaugurado aqui em Ipanema, do mesmo dono do Canastra, indicado por uma amiga (beijos, @gab.lobo)! Basta olhar algumas fotos do lugar e dos pratos que já dá vontade de conhecer e se inspirar... fique agora com os detalhes da minha experiência conhecendo o Pulê.

Mas antes, vou contar uma curiosidade: descobri na matéria publicada pela coluna Ela do Jornal O Globo, que o restaurante é do descendente do escritor russo Liev Tolstói, Vassia Tostói, fotógrafo francês, casado com a brasileira Daniela. "A ideia era fazer um simples frango de padaria, mas ficou chique" - disse ela. O casal está há 10 anos juntos e frequentemente viaja para a Rússia, para encontros da família que possui o segundo museu mais visitado do país! Bela história, não?


DECOR

Um caso de amor à primeira vista. Começando pelas plantas e a decoração super tropical do restaurante - incluindo papeis de parede, parede de tijolos brancos e os famosos azulejos de metrô inglês, além de muita madeira e mesas de mármore <3. Ambiente descontraído, de super bom gosto e cheio de detalhes para se inspirar. Leve algum tempo reparando realmente nos quadros, porta retratos, almofadas e nas louças.

Quando se trata de iluminação, o bistrô se divide. A parte da frente é bastante clara, pois deixa entrar a luz natural, já a parte dos fundos, é bem mais escura, e traz um clima intimista. Como sempre prefiro almoçar em locais bem iluminados, escolhi uma mesa perto da entrada. Cheguei  por volta das 13h e ainda tinha alguns lugares vazios. Às 14h estava com fila de espera! 

O Pulê é aquele lugar que te faz se sentir em casa, conversar sem parar (o que tem o lado bom e o lado ruim), além da opção de pedir alguns drinks para brindar. Fui com uma amiga, a @robertapatez e curtimos muito, mesmo sem termos pedido drinks. Estava um pouco quente - parece que o ar condicionado não dava muita vazão - então bebemos bastante água.

LE-PULE-RESTAURANTE-IPANEMA-06.JPG
LE-PULE-RESTAURANTE-IPANEMA-02.JPG
LE-PULE-RESTAURANTE-IPANEMA-04.JPG
LE-PULE-RESTAURANTE-IPANEMA-16.JPG
LE-PULE-RESTAURANTE-IPANEMA-14.JPG
LE-PULE-RESTAURANTE-IPANEMA-17.JPG
 LOOK: ÓCULOS RAYBAN | TOP EVHOÉ INTIMATES | CAMISA COTTON ON | CALÇA DRESS TO | TÊNIS ANACAPRI | BOLSA BLOOM BAGS | ANEL B.LEAL

LOOK: ÓCULOS RAYBAN | TOP EVHOÉ INTIMATES | CAMISA COTTON ON | CALÇA DRESS TO | TÊNIS ANACAPRI | BOLSA BLOOM BAGS | ANEL B.LEAL


MENU

Agora vamos ao que interessa, a comida! O nome Pulê vem do francês Poulet que significa frango. O carro chefe é um frango assado muito bonito, que o pessoal da mesa ao lado pediu, e eu não tive coragem de pedir para fotografar, mas confiem, deve ser muito bom! Como vocês sabem que não sou tão fã assim desse estilo de comida, acabei indo numas opções que foram perfeitas para mim!

De entrada, eu e Roberta dividimos o Tarte Tatin de queijo de cabra, cebola confitada e tomate italiano. Servido com rúculas e castanhas, com um molho delicioso. Amei! No menu também há algumas entradas mediterrâneas como a Salada Grega, Provoleta, Camembert, Shitake e Cuzcus Marroquino.

O ponto alto foi realmente quando chegaram as louças para dividirmos a entrada. É cada prato mais lindo que o outro: alguns com ilustrações de coqueiro, outros de araras e outros florais. Dá vontade de levar pra casa! Hehehe!

LE-PULE-RESTAURANTE-IPANEMA-13.JPG
LE-PULE-RESTAURANTE-IPANEMA-10.JPG
LE-PULE-RESTAURANTE-IPANEMA-12.JPG

Hora do prato principal e precisamos de alguns minutinhos pensando. Ficamos na dúvida entre o Risotto Vegetariano de abóbora japonesa e gorgonzola, e o Babaganouch com Gravlax de Salmão - traduzindo: salmão marinado e sagu com caviar de berinjela. Acabamos pedindo os dois e experimentamos um pouco de cada, e foi a melhor coisa que fizemos!

Os sabores se misturavam muito bem na boca. Agora, achamos meio desproporcional, pois o risotto era um prato bem grande se comparado com o salmão, vejam pela foto. Mas como dividimos, acabou sendo perfeito, pois as duas comeram mais ou menos a mesma quantidade. Super indico fazerem dessa forma!

LE-PULE-RESTAURANTE-IPANEMA-01.JPG
LE-PULE-RESTAURANTE-IPANEMA-03.JPG
LE-PULE-RESTAURANTE-IPANEMA-09.JPG

Dentre as outras opções do menu estavam: Humus com pipoca de grão de bico, Linguini com frutos do mar, Polvo Grelhado com pupunha fresca e, é claro, o Frango Assado, único prato que serve duas pessoas, vem com batata calabrese e cebola, um acompanhamento e um molho à escolher. Também é possível escolher a carne ou o peixe da noite com acompanhamentos para o jantar.

De sobremesa, as opções variam em Carpaccio de Abacaxi, Mousse de Chocolate e Sorvete. Obviamente, se você me conhece, sabe que nunca sobra espaço para a sobremesa por aqui, hahaha! Mas se eu fosse escolher, iria certamente experimentar o carpaccio, que vem com especiaria, crumble e sorvete. Hmmmmm! 

Sobre os sabores, não temos nada a reclamar. Restaurante de alta qualidade e diversas opções, preço justo para o local e ambiente acolhedor. Só estava um pouco quente! Rs! E como designer não curti muito o projeto do cardápio e o guardanapo (identidade visual como um todo). Mas de resto, recomendo para todos os cariocas e turistas, uma ida em família, com amigos, ou em casal. Espero voltar em breve à noite para alguns drinks e novos pratos! ;)

LE-PULE-RESTAURANTE-IPANEMA-05.JPG
LE-PULE-RESTAURANTE-IPANEMA-07.JPG
LE-PULE-RESTAURANTE-IPANEMA-11.JPG

Pulê Restaurante & Bar
Aberto todos os dias para almoço e de terça à domingo para jantar
Rua dos Jangadeiros, 10 - Praça General Osório, Ipanema
Telefone:  (21) 2523 2466
Instagram: https://www.instagram.com/pule.restaurante/

Espero que goste da dica! E já sabe, se for, conta aqui nos comentários o que achou! ;)

Beijocas,
Mandzy.


Café Secreto: hidden spot que todo carioca deveria conhecer

VILA-DO-LARGO-6-03.jpg

Sexta passada foi dia de brunch no Café Secreto, e quem me acompanha no Instagram (@amanda.kraemer), viu que eu mostrei um pouquinho do ambiente super descolado, além do nosso pedido. Fui com uma amiga e curtimos muito o clima europeu que o Café Secreto proporciona. Quem também quer conhecer?

O café fica na Vila do Largo, uma vila do início do século passado, que até hoje mantém os tijolos aparentes nas suas construções contrastando com as plantas verdinhas. Hoje, o ambiente é usado para diferentes propostas, sendo que algumas casas/ateliês funcionam como espaços de co-working, outras como lojas e cafés e até mesmo residências. Tudo isso bem pertinho do metrô do Largo do Machado, que liga os bairros do Flamengo, Laranjeiras e Catete na Zona Sul do Rio.

VILA-DO-LARGO-6-04.jpg
VILA-DO-LARGO-6-01.jpg
VILA-DO-LARGO-6-02.jpg

Comandado por Gabi Ribeiro, que é formada em cinema mas trabalhou em cafés e restaurantes na França, quando voltou ao Brasil, encontrou o espaço para abrir o seu próprio negócio. Nascida em Santos, sempre ouviu histórias sobre o café que passava pelo porto de sua cidade - principal ponto de embarque dos grãos e da chegada de imigrantes no século XX para trabalhar nas principais lavouras de café do país - e nunca deixou de ter uma ligação com esse universo.

Ao lado do expert Raul Ribeiro, eles buscam manter um cardápio bem artesanal com xícaras de diversos tipos de café, além de pães de fermentação natural. Eu e Dani pedimos um cappuccino, um mocaccino, o pão com geleia e manteiga, e uma torta de chocolate. Estava tudo delicioso, só a torta que achamos um pouco doce demais, mas fiquei com vontade de voltar para experimentar o iogurte com granola, os cookies, o café gelado com limão e o chá de hibisco com laranja nos dias mais quentes. Hmmmmm! =P

CAFE-SECRETO-RIO-07.jpg
CAFE-SECRETO-RIO-05.jpg
CAFE-SECRETO-RIO-08.jpg

O ambiente intimista é ideal para dias mais frescos, quando o carioca não pensa em praia ou lugares a céu aberto. A atmosfera quentinha e acolhedora, e como o próprio nome já diz, bem escondido da correria da cidade, trazem esse clima de cidadezinha europeia, em pleno Rio de Janeiro. Livros, revistas, música e cartazes, tudo contribui para nos teletransportar nem que seja por uma horinha durante a semana agitada, já que o café funciona em horário comercial.

CAFE-SECRETO-RIO-01.jpg
CAFE-SECRETO-RIO-03.jpg
CAFE-SECRETO-RIO-06.jpg
CAFE-SECRETO-RIO-09.jpg

Eu poderia me estender, contando quantos métodos de preparar café eles tem por lá, mas acredito que essas coisas devem ser vistas com os próprios olhos e entendidas através de conversas no próprio local. O barista explica tudo! Se você é do Rio ou está visitando a Cidade Maravilhosa, mas gosta de programas mais alternativos, vai adorar conhecer o Café Secreto!

CAFE-SECRETO-RIO-04.jpg

Café Secreto
Rua Gago Coutinho, 6 - Vila do Largo, casa 8 - Laranjeiras
Funcionamento: Segunda à Sexta, das 9h às 18h. Não abre nos fins de semana.
Facebook: https://www.facebook.com/cafesecretorj/
Instagram: @cafesecreto_rj

Gostaram da dica?

Beijocas,
Mandzy.