Diário de Viagem: Gili Islands, passeio indispensável em Lombok

DIÁRIO DE VIAGEM


Day 1

07:00 Saímos de Bali de manhã cedo num transfer de Seminyak, onde estávamos hospedadas, para o Porto de Bali. A estrada é um pouco longa e depois, ainda esperamos o barco sair por um bom tempo. Se não me engano, a saída foi entre 9:00 e 10:00 a.m. 

Quando chegamos na ilha vieram centenas de locais para cima da gente oferecendo lugar para se hospedar e, obviamente, transporte. Fiquei bem assustada com tanta abordagem, apesar de ter passado pelo mesmo na chegada ao aeroporto de Bali! Aparentemente, é normal! Rs! É possível ir do Porto da ilha para o hotel de charrete (o único meio de transporte da ilha fora bike), mas como já tinha lido que nosso hostel era bem perto, decidimos ir andando. 

12:00 Chegamos no hostel, deixamos as malas e saímos para almoçar. O hostel era bem ruim, principalmente na área do banheiro. Mas como ficamos amigas de 4 inglesas que estavam no nosso quarto, decidimos ficar hospedadas com elas ao invés de procurarmos um lugar melhor - fiquem atentas à essa história. 

GILI-ISLANDS-02.jpg

17:00 Saímos para tomar um suco e comi um taco na beira da praia na rua principal no fim da tarde. Quando voltamos para o hostel, descobrimos que estava sem luz. Parecia ser normal faltar luz na ilha, então não nos importamos. 

GILI-TRAWANGAN-01.jpg
VOLTA-NA-ILHA-GILI-03.jpg

19:00 Quando a luz voltou, nos arrumamos para conhecer a ilha a noite com as inglesas. Fomos no Blue Marlin (night e restaurante que bomba as segundas). Bebemos umas caipivodkas por$4 cada e dançamos até tarde com os locais. Foi uma noite muito agradável! 

GILI-TRAWANGAN-02.jpg
GILI-TRAWANGAN-06.jpg
NOITE-GILI-ISLANDS-03.jpg

Day 2

12:00 Acordamos tarde e saímos para almoçar. Depois do almoço, as meninas foram ver preços para tirar o certificado de mergulho PADI, que te torna um mergulhador em todo o mundo através de uma carteirinha. Eu e Ana não tivemos muito interesse por conta da grana - para elas era mais fácil pois estavam com libras! Logo em seguida, começou a chover. Então voltamos para o hostel e para a nossa surpresa estávamos sem água. Sente o desespero: voltamos cheias de areia da rua e tivemos que esperar algumas horas para a água voltar depois de reclamarmos com os carinhas do hostel.

16:00 Nesse meio tempo, ficamos olhando algumas lojinhas na rua principal, e achei bastante coisa legal pra garimpar. As inglesas pararam para sacar dinheiro no caixa eletrônico e guess what? O cartão delas ficou preso na máquina! Dizem que isso é muito comum por lá, porque você tem que tirar o cartão antes de qualquer transação ser feita. Aparece uma mensagem, mas acho que elas não leram... então tiveram todo aquele processo de ligar pro cartão que vocês já imaginam como é...

LOJINHAS-GILI-ISLANDS-02.jpg

18:00 Resolvemos então sair em busca de uma nova acomodação. Tinham muitos bangalôs por preços acessíveis $20 para duas pessoas mas achamos que era melhor ficarmos num hostel com mais gente, afinal, conhecer pessoas era um dos objetivos da viagem. Então reservamos 2 noites no Gili Backpackers, aparentemente o melhor hostel de Gili T.

19:00 Voltamos para o Up2U, nosso hostel até então, tomamos banho, nos arrumamos e saímos para jantar com as inglesas novamente. A essa altura eles já tinham providenciado tudo e fizeram gracinhas com a gente querendo que ficássemos... mas já estávamos em outra. Sorry, guys! Hehehe


Day 3

10:00 Esse era o dia das inglesas fazerem a aula de mergulho, então eu e Ana ficamos sozinhas pela ilha. Acordamos e logo fizemos nossa mudança de hostel. Chegando no Gili backpackers, guardamos nossas coisas e saímos para almoçar. 

GILI-TRAWANGAN-05.jpg

15:00 O tempo estava horrível mas mesmo assim íamos tentar ver o por do sol no sunset point, mas começou a chover muito, então paramos num café que havia no caminho e ali ficamos. Pedi um iced mocha de $4 - estou colocando alguns preços em dólar, só para vocês terem uma referência, ok?

17:00 Depois que a chuva passou já estava tarde, então voltamos para o hostel, descansamos e saímos para comer. Escolhemos um restaurante muito legal de frutos do mar e eu terminei a noite ali, a luz de velas, com um crepe de nutella. Estava chuviscando e não estávamos no clima de festa, então voltamos para o hostel para dormir. 

RESTAURANTES-GILI-ISLANDS.jpg

Day 4

10:00 Estava com um certo "medo" de alugar bike porque tinha muito tempo que eu não andava, mas foi tranquilo. Aliás, adorei a bike que alugamos. Foi $4,50 pelo dia todo. Na metade do passeio, já do outro lado da ilha, paramos para tomar uma água de coco de $1,50 e lá conhecemos um menino vestido de super homem, filho do dono da barraca. Ele era a criança mais fofa da ilha. Roubou meu celular e tirou várias selfies e gravou vários vídeos, nos divertimos com ele!

12:00 Depois era hora de continuar o passeio. Achamos um spot onde a água estava clarinha e resolvemos parar para mergulhar. A essa altura já estávamos cansadas, e o tempo começou a fechar. Já sabia que viria aquela chuva! Então continuamos o passeio e fomos para o hotel descansar. 

GILI-ISLANDS-01.jpg

19:00 A Ana fez uma tattoo no pulso, fomos devolver as bikes e depois jantamos no night market - a feira local que existe em todas as cidades da Ásia. Pedimos spicy noodles! Estava ok! Haha! E depois fechamos a noite com um sorvete italiano. Ilha sem sorvete não existe, né? E foi assim que essa noite acabou! Nada de festa... hahaha.

GILI-TRAWANGAN-07.jpg

Day 5

10:00 O passeio de snorkeling pelas três ilhas pode ser feito com várias empresas, mas todas oferecem mesmo trajeto e preço. Você paga $10 e o barco sai às 10:30 e retorna às 3 pm para Gili Trawangan. As principais paradas são: o mergulho com peixes e corais em Gili Meno, mergulho com tartarugas e parada para almoço em Gili Air. É um passeio que vale a pena fazer e eles emprestam o snorkel. Conhecemos umas meninas chilenas e outras holandesas. Fomos com a Sarah, uma brasileira muito figura que conhecemos no hostel! 

GILI-TRAWANGAN-03.jpg
MERGULHO-GILI-ISLANDS-02.jpg
PASSEIO-GILI-ISLANDS-03.jpg
PASSEIO-GILI-ISLANDS-04.jpg
MERGULHO-GILI-ISLANDS-03.jpg
GILI-TRAWANGAN-04.jpg

15:00 Voltamos para o hostel, descansamos um pouco e conhecemos um suíço e um irlandês muito maneiros.

17:00 Decidimos alugar bikes novamente a $2 por 2 horas, dessa vez apenas para assistir o por do sol no Sunset Point. O suíço foi com a gente. Chegamos tarde para o por do sol, já estava escuro. Mas mesmo assim foi legal pois sentamos no Sunset Bar para beber Bintangs e ganhamos um drink.

Além disso, pude fazer uma coisa que amei: mergulhar a noite perto dos balanços. A temperatura da água estava uma delícia e esse foi um dos momentos mais marcantes na indonésia! 

21:00 À noite, depois de nos arrumarmos, escolhemos ir no Rudy's, uma nightzinha que tem música ao vivo e dj. Saímos cedo pois estávamos cansadas... pra variar! Haha.

BALANCO-GILI-ISLANDS-03.jpg

Day 6

10:00 Acordamos e decidimos fazer o mesmo passeio que fizemos 2 dias antes, a volta na ilha, dessa vez a pé, parando para tirar fotos em todos os spots que tínhamos visto. Foi um passeio bem cansativo mas rendeu bastante. Conhecemos uma espanhola que conhece o Brasil melhor do que a gente, paramos na lojinha mais cool de Gili T, a Casa Vintage e voltamos na barraca do super homem. 

16:00 Nossas pernas ficaram bem doloridas mas valeu muito a pena! Depois do almoço fomos descansar porque ainda tinha night pela frente! 

LOJINHAS-GILI-ISLANDS-03.jpg

21:00 Saímos do hostel um pouco depois da galera, mas nos encontramos todos no Sama Sama, o reggae bar da ilha. Estava lotado e essa realmente foi a melhor despedida da ilha que poderíamos ter! Foi muito legal porque teve música ao vivo com bandinha antes e, depois, musicas de night. O lugar é dividido na parte da "boate" e na parte do "bar", que fica de frente para a praia. Ali a vibe também é muito boa. Dá para sentar na areia, ver as estrelas ouvindo música boa e bebendo Bintang.

00:00 Só voltamos mais cedo que o pessoal pois tínhamos que arrumar as coisas para ir embora de manhã cedo no dia seguinte.


Day 7

10:00 Dia que deixamos a ilha! Foi um dia bem deprê pois não queríamos que esse dia chegasse! Tivemos que ligar para a companhia Eka Jaya no dia anterior para reservar nossos lugares no barco + transfer no porto de Bali para o nosso hotel. Mas não havia transfer direto para Uluwatu, onde iríamos ficar hospedadas dessa vez. Então saltamos em Jimbaram  e pegamos um taxi até o hotel. O resto da experiência eu conto numa próxima!


Beijoca e até o próximo post,
Mandzy.